Entenda porque há risco de saúde para seu gato se ele estiver vomitando os pelos 

Seu gato tem o costume de se lamber, engolir e depois vomitar os pelos? Será que isso é normal? Não, não é! Vomitar os pelos não é algo normal e os tutores precisam saber disso. 

Os pelos mortos do gato podem ser ingeridos com muita facilidade pelo animal e essa grande quantidade pode até virar o que chamamos de bola de pelo no estômago e intestino do felino.

O que muita gente não sabe é que o organismo do gato tem a capacidade de eliminar os pelos e que a forma correta do gato colocá-los para fora do corpo é pelas fezes. 

“O vômito desses pelos não é normal! Apesar de ser comum, é algo que pode ser considerado alerta sobre um problema maior – e pior”, explica a veterinária Dra. Clarissa Dosualdo, responsável pela Clínica We Love Cat. 

Excesso de pelos

É um ato comum dos gatos engolir os pelos e vomitá-los, e muitos tutores acham que é normal. 

É uma ação causada normalmente pelo excesso de ingestão de pelos ou algum problema no trato intestinal, mas não é normal. 

Se seu gato está vomitando pelos, é preciso ficar alerta e levá-lo até um veterinário. 

“Ele pode ter alguma doença associada como uma alteração intestinal inflamatória, uma gastrite ou uma bactéria como a Helicobacter pylori (Hpilori)”, informa.

Outra forma de cuidar disso, segundo a Dra. Clarissa Dosualdo, é evitar o excesso de pelos. 

“Por isso falamos muito sobre a necessidade de tosar os animais e escovar, retirar os pelos mortos que soltam da pele”, completa. 

Rotina importante

Se o tutor não conseguir criar a rotina de pentear sempre o seu gato, uma vez por dia, é importante levar ele até um local – pet shop ou clínica veterinária – que faça isso. 

Retirar o pelo morto evita que o gato faça a ingestão de pelos demais ao se lamber. 

Além disso, há outras maneiras de cuidar do pet e evitar que ele chegue a vomitar pelos. 

Uma delas é modificar a alimentação dele, incluindo pastas de gordura ou lipídios na dieta. São os óleos de peixe, por exemplo, que vão emulsificar e facilitar a digestão em geral e dos próprios pelos ingeridos. 

Em casos mais graves, se essa bola de pelo parar no intestino, o corpo estranho só é removido com procedimento cirúrgico.

WhatsApp Fale conosco no WhatsApp