Veterinária Clarissa Dosualdo foi entrevistada do Correio Braziliense sobre o assunto mordida de gato

A atriz Daniela Escobar compartilhou nas redes sociais que quase perdeu a mão após ser mordida por seu gato de estimação e contrair uma bactéria presente na saliva do animal. A informação e as imagens do drama vivido pela atriz, compartilhadas na última terça-feira (30/7) pelo Instagram, provocaram uma série de comentários, críticas e, principalmente, dúvidas sobre o assunto. Afinal, mordida de gato pode ser mesmo tão grave?

O Correio fez uma matéria completa sobre o assunto e entrevistou a responsável pela Clínica We Love Cat, Clarissa Dosualdo, sobre o assunto.

Confira a entrevista completa.

E afinal, qual o perigo da mordida de gato?

Hoje vamos esclarecer todos os mitos e verdades.

VERDADES

✔ os gatos podem morder. Não é raro, normalmente acontece quando se encontram em situação que entendem ser de perigo;
✔ gatos são predadores, mas também são presas de outros animais. Eles foram domesticados, mas esse instinto ainda existe – em uns mais, outros menos. Por isso é preciso tomar cuidado com situações que possam assustar o gato e fazer com que se sintam acuados;
✔ os dentes finos do gato podem agravar a situação. Por serem finos e pequenos, eles conseguem chegar até tecidos mais internos e facilitam o depósito das bactérias;
✔ a mordida pode levar a infecção grave e perda do membro. E isso vale para qualquer mordida de animal que leve a grave infecção. É preciso cuidado e tratamento em todos os casos.

MITOS

✔ só a boca do gato tem bactérias e pode causar infecção. Nossa boca, dos cachorros e de todos os seres têm muitas bactérias. Para citar alguns exemplos temos a Pasteurella spp., a Streptococcus spp., a Staphylococcus spp., e a Bartonella spp.
✔ os gatos sempre vão atacar desconhecidos. Isso não é verdade, mas é preciso ter cuidado ao se aproximar. Procure sempre “ler” o gato primeiro, ver se ele te viu e aceita a aproximação. Fale com a voz calma e se aproxime sempre de frente. ✔ sempre é preciso tratar com antibiótico e se vacinar. Os antibióticos serão necessários quando a bactéria causar dano para nós. Só um médico avaliando poderá saber. No caso das vacinas, serão necessárias para os humanos quando não se conhece a procedência do gato e não se sabe se ele está imunizado.

O QUE FAZER SE FOR MORDIDO

✔ a primeira coisa é lavar bem o local com água corrente e sabão;
✔ compre um anti-séptico e passe no local da mordida;
✔ se o gato tem procedência desconhecida, vá até um pronto-socorro e tome as vacinas;
✔ se reparar que há muita vermelhidão, dor e febre no local, procure um médico. Você pode precisar tratar com antibióticos.

WhatsApp Fale conosco no WhatsApp