Escolha uma Página

Aprenda a observar os sinais de perigo quando há queda em excesso

Muitos tutores nos procuram na Clínica We Love Cat com a reclamação de que seu gato está perdendo muito pelo pela casa. As causas podem ser muitas, algumas vezes simples e outras vezes mais graves. 

A Alopecia facial, por exemplo, é uma perda normal de pelo entre o olho e a orelha do animal. É a calvice do gatinho e quanto mais velho ele for, maior a chance de ocorrer , já que é um processo normal do envelhecimento. Se a pele do animal estiver com aspecto normal, não há necessidade de tratamento.

Durante a gravidez da gata e amamentação dos seus filhotes também pode ser observada uma maior queda de pelos. Outras circunstâncias estressantes para o animal também podem levar a uma perda da pelagem.

Também é comum a perda de pelo em algumas épocas do ano – quando está mais quente e seco, por exemplo. 

Lesões alérgicas

A perda de pelos ou alopecia pode ter causa alérgica e os tutores precisam ficar atentos a isso. 

São três as causas: dermatite por picada de pulga, alergia alimentar ou atopia. Chamamos de atopia as alergias que têm causas diferentes das duas que já citamos, como por exemplo alergias a poeira, perfume e ácaros. 

Se perceber falhas na pelagem por alguma dessas causas, o animal deve ser levado para avaliação do médico veterinário. 

Outras causas

A perda de pelos também pode ser causada por outros fatores. Um deles é a dermatofitose, uma doença de pele causada por fungos. 

Os gatinhos também podem perder pelos ao se limpar e lamber demais – o que chamamos de alopecia psicogênita. Normalmente esse comportamento está relacionado a fatores psicológicos e, em alguns casos, o animal precisará de tratamento com antidepressivos.

Os gatos podem ainda ter queimaduras causadas pelo sol. Elas são mais comuns em gatos de pele e pelos claros. Para esses felinos é importante evitar a exposição excessiva ao sol.

A recomendação também é o uso do protetor solar próprio para os pets, produtos próprios desenvolvidos para respeitar, por exemplo, o pH da pele dos animais.

Em todos esses casos e em qualquer dúvida em relação à saúde do gato, o médico veterinário deve ser consultado.

WhatsApp Fale conosco no WhatsApp